terça-feira, 26 de junho de 2012

Não fez mais que a obrigação

Depois de seis meses de embromação, o ministro Enrolanduísque disse que entregou as folhas da sua obrigação. O sujeito que chegou ao tribunal por causa de uma mulher da vizinhança afirmou que um dia teve coração, mas que o estripou antes de proferir o aguardado voto. De orelhas ainda vermelhas por ter sido repreendido por sua lentidão em revisar 122 páginas e ameaçado atrasar o julgamento marcado do mensalão, Embromanduísque ainda teve a cara dura de afirmar que nunca, antes, neste, país, existiu um ministro mais rápido de voto do que ele. Isso é algo que só George Solitário poderia confirmar, mas a tartaruga gigante de Galápagos morreu na véspera.

Lenientuísque disse também que boa parte da sua falta de pressa decorreu da sua preocupação com o destino dos 38 mensaleiros. Exagerou em pelo menos uma preocupação, pois um dos réus(o 19 denunciado) já morreu e certamente estará cumprindo merecida pena senão pelos prejuízos aos cofres públicos, pela vergonha trazida para o nome da família. Estranhamente, Embromationuísque não se mostrou minimamente preocupado com a possibilidade de 37 pessoas apontadas como culpadas pelos crimes de corrupção, desvio de recursos, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha escaparem impunemente. Um não escapou, tenho certeza, da justiça divina.

Ainda inovando no quesito "falei-demais-agora-dou-bom-dia-a-cavalo", Enrolanduísque também se gabou de fazer um contraponto ao relatório que deveria apenas revisar. Para completar a sua gabolice, ainda tentou atrasar em mais alguns dias o início do julgamento do mensalão dizendo que fez o seu anúncio em tempo hábil para uma edição extra do Diário da Justiça. A manobra espertalhona não foi engolida por nenhum dos seus pares que só permitiram um atraso de 24 horas no início do julgamento. No dia 2 de agosto, uma quinta-feira, finalmente começará o julgamento de 37 mensaleiros ainda vivos depois de sete anos de espera.

Apesar de não ter mostrado o voto, Posterganduísque deu a entender que os 37 mensaleiros e seus apaniguados podem ficar tranquilos pois ele tem contraponto para tudo. Somente os outros mais de cem milhões de brasileiros é que devem ficar preocupados.



Nenhum comentário:

Frase do dia


Ocorreu um erro neste gadget