sábado, 22 de fevereiro de 2014

A Arma Zeta 22 de fevereiro

Tudo o que disseram que acontece quando você sente que está prestes a morrer é verdade. Você vê mesmo o tal filme da sua vida em câmera lenta em velocidade acelerada, mas que a imensa quantidade de adrenalina na sua cabeça faz com que você entenda tudo perfeitamente. Anos de sua vida são comprimidos nos poucos segundos que o instinto vital avisa que restam, e os segundos na sua mente se transformam em minutos e horas. Eu sei porque vi meu próprio filme.

No entanto, não sei se é verdade que algumas vezes a alma se liberta do corpo nos instantes finais, e que é possível olhar para si mesmo e ver o próprio corpo soltar o último suspiro. Existem centenas de relatos de pessoas que juram ter flutuado sobre o corpo inerte e depois disparado rumo ao céu, em direção a uma forte luz, chegando mesmo a vislumbrar a ínfima ponta das vestes de criaturas celestiais. Eu não cheguei a tanto, juro. Embora sempre tenha achado estranho que as pessoas só disparem para cima, nunca vi relato de gente que se sente condenada e mergulhou para baixo, em direção ao inferno. Mas disso nada sei. Só sei que fui deixado ali, com o corpo de Manoela ensanguentado e Brigitte, enlouquecida de felicidade.

Caleb se afastou calmamente, sem pressa, examinando a sala.

Nenhum comentário:

Frase do dia


Ocorreu um erro neste gadget