segunda-feira, 5 de março de 2012

Sobre chutes no traseiro



AC/DC - Thunderstruck

As discussões sobre a copa quase sempre descambam em ataques gratuitos entre quem defende e quem é contra a realização da competição no Brasil. Acho ataques gratuitos um desperdício. Agora mesmo fiquei surpreso com a sugestão de chute no traseiro do país feita pelo secretário-geral da FI-FÁ-FUM. Achei desrespeitosa e grosseira. Mas fiquei mais surpreso ainda com a reação do Alho Cabelo, que já solicitou o corte do gringo dos papos oficiais sobre a Copa. Taí uma coisa que não surpreende, tem um monte de gente conversando altos diálogos sobre a Copa, mas pouca coisa tem sido feita. Acho que o país não merece chute nenhum. Mas as coisas precisam ser feitas e bem feitas.

Acho que poderiam começar com maior transparência sobre o que tem sido conversado e sobre a utilização dos recursos. Em geral, estamos recebendo pílulas de informações sobre o certame, com muito ruído e acusações mútuas de quem defende ou de quem é contra a realização da copa no país.

Sabemos que alguns estádios estão pela metade, que os aeroportos estão pela metade, que as estradas estão pela metade, e que o Caldo Ramelo já está de saco cheio de levar boladas nas costas da turma da Fa-Fe-Fi e do Ricardo Peixeira. Aliás, o Ricardo Telheira era dado como saído da CêBêÉfe, mas mexeu os seus dadinhos e anunciou ao bravo povo que o odeia que todos terão que engolir sua proeminência até ele cansar.

Mas ninguém sabe se é verdade mesmo que os dois quilômetros em torno da área de jogo serão considerados área da Fifa, com exigência de documentação, ingresso e autorização controlada pelos meganhas da Fifa durante o certame. Ninguém sabe também se é verdade que nessa área o que valerá será a lei da Fifa e não as nossas leizinhas mixurucas. E ninguém sabe também qual é o número de leitos de hospitais que será reservado antecipadamente no período dos jogos para a turma do futebol, políticos e cartolas.

Essas coisinhas me preocupam porque já ouvi falar que alguns governos federais, estaduais e municipais pretendem decretar feriado no período da copa. Feriado geral por período prolongado é pior do que carnaval, a bandidagem rola solta porque os policiais vão curtir as férias como devem ser curtidas, longe do perigo.

Acima de tudo, além das questões de infra-estrutura e operacionais, ainda não escolhemos um nome para a bola oficial, eu não sei o nome do mascote nacional e achei aquele símbolo horroroso. Para complicar ainda mais, temos uma seleção pereba de tudo, não empolga nem em amistoso com timeco. Pensando bem, talvez aquele cara da Fifa não estivesse de todo errado.

Nenhum comentário:

Frase do dia


Ocorreu um erro neste gadget