segunda-feira, 26 de março de 2012

Reunião na escola


Orange Blossoms Video JJ Grey and MOFRO

Nunca funcionei bem nas segundas-feiras. Em geral, é um dia pouco produtivo, que uso para rever as coisas que já fiz. Não é um bom dia para planejamento, prefiro fazer isso às terças-feiras. Segunda é dia de esvaziar gavetas e arrumar coisas. Houve uma época em que eu forçava a barra. Eu procurava manter o ritmo também às segundas, com o mesmo volume de produção. Já desencanei. Segunda-feira é o meu dia devagar.

Mas hoje tinha reunião de vivência na sala da minha filha, então eu não poderia faltar. Ela ainda está com o rosto cheio de marcas dos arranhões e da mordida do Rafa, por isso ela estava bem chateada de ir para a escola. Mas nós a convencemos.

A reunião durou duas horas e foi bacana mas um bocado cansativa. Consistiu de uma explicação longa e detalhada das professoras sobre as atividades em sala e o conteúdo a ser desenvolvido no ano letivo. Os pais foram convidados a participar de atividades junto com os filhos nas aulas de inglês, artes, música e educação física. As crianças estavam radiantes.

No final, na aula de educação física, participamos de duas brincadeiras. A primeira foi uma espécie de pique-pega que começava com todo mundo de mãos-dadas, formando um círculo. Três crianças, com seus respectivos pais, eram os pegadores. Uma das crianças e somente uma poderia quebrar a corrente do círculo. O resto das regras não entendi, porque todas as crianças gritavam ao mesmo tempo e estavam loucas para que aquilo tudo começasse.

Mal começou e o círculo já estava rompido e todos fugiam uns dos outros, uma bagunça e gritaria geral. Fui cercado por um monte de gente e me disseram para ficar abaixado. Obedeci. Crianças corriam e esfregavam a mão na cabeça dos adultos abaixados, que assim poderiam ficar em pé e fugir novamente. Um menino veio e esfregou a minha cabeça, mas preferi ficar abaixado porque estava com preguiça de correr de um lado para outro.

Em seguida, a professora nos chamou para uma nova brincadeira, que era uma espécie de queimada, com uma regras bestas de ficar congelado e descongelar que novamente não entendi direito por causa da gritaria. Recomeçamos os movimentos microbianos em velocidade acelerada. Por fim, a professora encerrou aquele nonsense e todos nós batemos palmas, aliviados.

Nenhum comentário:

Frase do dia


Ocorreu um erro neste gadget