quinta-feira, 22 de março de 2012

Incidente no supermercado



"She's Got The Jack" AC/DC with a White Stripes video

Fui almoçar com os meus pais nesta quinta-feira. Tenho a sorte de ser vizinho deles. Minha mãe tem mais de 75 anos. É uma mulher gentil e muito bem educada. Quase sempre também é otimista e bem-humorada. Mas hoje estava chateada com o que aconteceu no supermercado.

_O que foi, mãe?

_Um sujeito grosseiro. Nada de mais - ela disse.

_O que ele fez, mexeu nas suas compras? - eu disse.

_Não, ele só me respondeu de um modo grosseiro.

_Foi na fila dos idosos? - eu disse.

_Não, eu não gosto da fila dos idosos. O caixa é muito lerdo, fica passando as coisas devagarinho. E toda hora fica conferindo se passou mesmo a mercadoria. Parece que o leitor do código de barras daquele caixa está sempre com defeito. O caixa rápido também é uma porcaria, demora à beça. Eu vou no caixa comum, ele me trata como uma pessoa comum, é muito melhor.

_E o caixa foi grosseiro? - eu disse.

_Não, foi um sujeito na fila. Ele estava distante do carrinho, quase encostado no balcão do caixa. Eu perguntei se era o carrinho dele, só isso. Ele me olhou com raiva e disse "por quê?". Eu fiquei espantada. Até mudei de fila e fui no outro caixa.

_Mas que cara escroto! - eu pensei em dizer. Mas eu não falo algumas palavras na frente da minha mãe.

_Mas que sujeitinho infeliz - eu disse.

_Você precisava ver o jeito como ele olhou. E o tom de voz? Nossa, não precisava - disse a minha mãe.

_Vai ver ele pensou que você ia levar o carrinho cheio de compras dele - disse o meu pai.

_Ai, que absurdo!- disse ela.

_Faz sentido, eu mesmo já encontrei um carrinho de supermercado cheio de compras super-escolhidas quase na boca do caixa. Tinha frutas perfeitas, maçã, uva, banana, até a carne moída era bonita. Tudo arrumadinho. Achei que alguém tinha abandonado o carrinho e fui para o caixa. Quando estava quase no fim vi uma velhinha procurando o carrinho. Saí de fininho enquanto ela fazia o maior escândalo - eu disse.

_Pois então, vai ver foi isso. O sujeito achou que você ia tomar posse do carrinho e resolveu enxotar a velhinha - disse o meu pai.

_Velhinha é a sua avó - disse a minha mãe.

_Mãe, você queria levar o carrinho do sujeito? - eu disse.

_Ora, vá plantar batatas! - disse a minha mãe.

_As batatas, estava de olho nas batatas...

_Socorro...

5 comentários:

jo disse...

oi,careca! sempre um prazer ler suas cronicas (que deveriam virar um livro. pense nisso...rs)
só para te deixar a sugestao de um site com aproveitamento de madeiras usadas, ja que vc parece gostar da carpintaria.
abraços,
joceli.
http://www.madeirausada.com.br/lojaprodutos.html

jo disse...

oi,careca.
sempre um prazer ler suas cronicas (que deveriam virar um livro, algo do tipo "desventuras de um pai em casa"..rs
só pra te deixar a dica de um site que gosto de pegar algumas ideias, sobre aproveitamento de madeiras.
abraços,
joceli
http://www.madeirausada.com.br/lojaprodutos.html

Careca disse...

Jo, obrigado, o site é muito legal.
Abç

pevê disse...

Ouvi o caso de um sujeito que roubava carrinhos de compras sempre que ia ao mercado. Acho que lá pelos lados dos alpes goianos.

pevê disse...

Ouvi o caso de um sujeito que roubava carrinhos de compras sempre que ia ao mercado. Acho que lá pelos lados dos alpes goianos.

Frase do dia


Ocorreu um erro neste gadget