quinta-feira, 12 de setembro de 2013

Aprendendo com o mensalão



B B King - Just a little bit of Love

O que já aprendemos com o julgamento do mensalão?

1 – qualquer um com diploma de advogado, desde que deixe claro que votará com os homi, pode ser ministro.

2 – ser amigo de copo, namorado, amante, cacho, empregado, capacho, esparro ou advogado dos réus não é impeditivo para participar de um julgamento como juiz.

3 – nenhum julgamento é decisivo se os réus têm dinheiro e influência.

4 – até mesmo juízes velhuscos estão dispostos a abocanhar maçanetas.

5 – mequetrefes não têm direito a infringentes.

6 – nenhum argumento jurídico é capaz de vencer a vontade de favorecer culpados.

7 – ser chicaneiro é ser feliz.

8 – quanto mais pedantismo jurídico, subserviência e elogios aos réus, melhor.

9 – bobão é quem faz acordo para redução de pena.

10 – ser mensaleiro, compensa.

11 - nunca é tarde para demorar mais um pouco.

12 - não há nada como ser novato: agride os pares, bajula réus, cria o mandato-salame e inventa o presidiário-parlamentar.

Nenhum comentário:

Frase do dia


Ocorreu um erro neste gadget