sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

Sherlock Holmes e o passar do tempo



Sweeter Tomorrow - Margie Joseph

Nós estamos passeando no shopping. Eu resolvo comprar um sorvete. Ela prefere um iogurte incrementado. E nós vamos assistir ao novo filme do Robert "Sherlock Holmes" Downey Jr. Enquanto esperamos a hora de entrar, nós ficamos bestando, de olho nas pessoas que passam no shopping. É uma das melhores coisas pra se fazer nos shoppings. Então eu puxo a conversa borracha:

_Você já reparou que alguns casais, com o passar do tempo, começam a ficar parecidos? - eu disse.

_Como assim? - disse a minha mulher.

_Repara naquele casal ali, ó. Parecem irmãos. Os dois ficaram gordinhos, usam roupas nos mesmos tons e estão quase da mesma altura. Até o corte de cabelo é parecido - eu disse.

_Talvez sejam mesmo irmãos - ela disse.

_Irmãos não se olham daquele jeito. E eles trocaram um bitoquinha agora mesmo - eu disse.

_É, bitoquinha é coisa de casal velho no shopping - ela disse.

_Ei, eu também vivo te dando bitoquinha e não sou velho - eu disse.

_Nãããooo, você é só um pouco, como direi, rodado - ela disse.

_Entre rodado e velho, eu prefiro velho - eu disse.

_Talvez você tenha razão, olha lá aquele casal - disse a minha mulher.

_Noossa, parecem gêmeos de camisa florida e com o mesmo tipo de óculos escuros - eu disse.

_E os dois estão de chinelos - ela disse.

_Vai ver, são gringos de férias nos trópicos - eu disse.

_E desde quando gringo vem passar férias em Brasília? - disse a minha mulher.

_Vai ver têm parentes em alguma embaixada. E tiraram os óculos, olha lá. Têm o maior jeitão de gringo observando os nativos - eu disse.

_Que jeito é esse? - ela disse.

_Lembra quando a gente foi para o zoo de Gramado? É igual. Achamos lindo ver os bichos de perto, sem jaula, mas detestamos o cheiro - eu disse.

_Eles viram que nós estamos olhando para eles, amor - ela disse.

_Podem rir, bocós, mas eu não estou gastando minhas férias num país de terceiro mundo, de camisa florida, de chinelos e de óculos escuros num shopping - eu disse.

_Mas nós dois estamos de jeans, amor - ela disse.

_E de camiseta branca, sim, qual é o problema? Foi pura coincidência - eu disse.

_É. E nós não somos parecidos, eu tenho cabelo e estou de bolsa - disse a minha mulher.

_E o seu pai é japa, amor. Nem com uma plástica eu conseguiria ficar parecido com você - eu disse.

_Ou seja, você nunca vai ficar bonitão - disse a minha mulher.

_Isso é verdade. Sou só um velho que nunca mais vai dar bitocas no shopping - eu disse.

Depois falamos outras bobagens e entramos no cinema. E quando ainda estava nos traillers, eu disse para minha mulher:

_Você já reparou que algumas pessoas, com o passar do tempo, acabam ficando parecidas com o seu bicho de estimação? - eu disse.

_Lá vem você sacanear o Cabeça - ela disse.

E eu estava pensando em outro amigo, que tem um peixinho dourado. Seja como for, o filme foi ótimo.

Nenhum comentário:

Frase do dia


Ocorreu um erro neste gadget