terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

O melhor verso para se dizer no ouvido da namorada



YES- Long Distance Runaround ☺

Andei um bom pedaço até aqui. Tenho feito esse caminho quase todas as noites há vários anos. Às vezes acho que é perda de tempo. Então procuro me lembrar do que me trouxe para a blogosfera, das circunstâncias que me trouxeram para cá. Este blog é o meu percurso diário em torno do que me acontece ou do que me chama a atenção. Não sigo regra nenhuma, a não ser dizer a verdade, mesmo que seja preciso mentir. Quase sempre escrevo uma fantasia sobre o meu cotidiano. Procuro poupar os familiares e amigos, mas às vezes isso é impossível. Já pensei em deixar o anonimato, mas sou um tipo acomodado. Também sempre encontro uma boa desculpa para deixar o blog com a mesma aparência.

Ultimamente, tenho escrito muito sobre móveis e tranqueiras que estou construindo em casa. Também disserto sobre pintura de parede, conserto de torneiras, ou até mesmo sobre a varrição de varandas. Essas coisas tomam tempo, exigem habilidade e muita atenção. São coisas simples e que afetam diretamente o meu cotidiano. Infelizmente, são também muito desinteressantes e particulares. São excessivamente sem importância em si mesmas, a não ser que eu consiga enxergar ali um pensamento, uma atitude, uma metáfora qualquer e escrever sobre essa sensação. Então continuo da escrever e a percorrer esse caminho.

Ás vezes tenho a ilusão de que estou vivendo o meu próprio capítulo de "Zen e a arte de consertar motocicletas", mas a verdade é que não tenho notado nenhuma mudança no meu jeito de ser e viver. Minto. Talvez eu esteja mais gordo.

Outras vezes, escrever um desses pequenos textos salva o meu dia. De alguma maneira, eu sinto que consegui produzir algumas linhas que podem ser interessantes para duas pessoas ou até mesmo uma kombi cheia de leitores. No passo a passo desse caminho deixei de lado a mania de pensar grande, de querer ser lido aos berros nos estádios, para as multidões. Não, senhor. Não, senhora. Fiquei mais humilde depois de tanto caminhar. Aprendi a pensar pequeno. E com velocidade reduzida, em câmara lenta. Às vezes nem parece que estou pensando. Mas é só aparência, gente, sei fazer cara de paisagem impressionista. Sou um pontilhado.

Hoje, minha maior ambição é ter um verso sussurrado no ouvido de quem se declara apaixonado. Já pensou?

_Sabe quem escreveu esse verso? - dirá o apaixonado, depois de repetir o meu verso especial Mach 5 no ouvido da namorada.

_Lennon? Neruda? Drummond? Vinícius? Pessoa? - dirá a namorada, entre beijos e carícias ansiosas.

_Naninananão, foi o Careca - dirá o namorado, se gabando das suas habilidades linguísticas com o Google.

Depois virão as músicas, a versão para o inglês, o desenho animado, o longa metragem e a mini-série especial de cinco capítulos. Agora só preciso escolher com cuidado as palavras.

Nenhum comentário:

Frase do dia


Ocorreu um erro neste gadget