segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

Volta à aulas 2012



I Can't Take My Eyes Off You - Cena de abertura de "Closer"

As crianças voltaram às aulas. Ninguém se atrasou. Deu tudo certo. E eu não fiz nada, só imprimi as etiquetas personalizadas do material escolar. Minha mulher organizou todo o material escolar sozinha e deixou as mochilas prontas na véspera.

Só uma coisa não saiu como o planejado: não retomei os passeios com o Rafa antes do café da manhã. Isso é importante para o Rafa. Nos tempos do velho apê nós caminhávamos em volta da quadra antes que eu levasse as crianças para a escola. E o Rafa está gordinho, ele precisa caminhar.

Meu filho está feliz porque neste ano terá direito a um armário na escola. Ele já tem um cadeado. O sorteio dos armários deverá acontecer no final da semana. Minha filha sugeriu outro nome vencedor para a sua série. A turma vai se chamar "Ouro".

Ela também está feliz porque não houve grandes mudanças na turma, as grandes amigas de sete anos de idade continuam juntas. Minha mulher está feliz porque as crianças estão felizes. Eu começo a achar que também não poderia estar mais feliz, mas poderia, é claro.

Não gosto muito de me lembrar dos tempos da infância e da escola. Foram bons tempos, mas me sinto piegas e meloso quando lembro das minhas histórias de criança. Então prefiro não me lembrar. Também evito fotos da época. Mas hoje, por coincidência, encontrei na gaveta do armário uma camisa de abotoar dos meus tempos de escola primária. Os nomes dos meus colegas estão rabiscados com caneta esferográfica.

Depois me lembrei que minha mãe guardou essa camisa durante anos e anos e só recentemente me entregou. Fiquei com dó de jogar fora e enfiei numa gaveta do armário. Hoje de manhã, acordei em câmera lenta e peguei a camisa de abotoar quando procurava por um par de meias. Dobrei a camisa com cuidado e a recoloquei no fundo da gaveta. Mas, antes, não pude evitar. Procurei pelo nome dela até encontrar. Estava bem fácil, no lado de dentro do bolso da camisa, bem em cima do coração. Flávia Tatiana, minha primeira paixão.

Nenhum comentário:

Frase do dia


Ocorreu um erro neste gadget