sexta-feira, 5 de agosto de 2011

Lendo pensamentos de manhã bem cedo na escola



Meu irmão se aproxima e coloca a mão aberta sobre a cabeça da minha filha.

_Hummm, deixa eu adivinhar o que aconteceu com você - ele diz.

_Ih, tiô, você não vai adivinhar nunca!

_Deixe-me ver, deixe-me ver, preciso me concentrar, sim, sim, já está tudo muito claro na minha mente. Eu posso ver que você acordou de pijama, foi ao banheiro, escovou os dentes e depois trocou de roupa. Sim, eu posso ver com clareza. Depois você penteou os cabelos, já com o uniforme da escola. E foi tomar o café da manhã na cozinha. Mas você não tomou café, tomou leite com sucrilhos.

_Errou, errou, foi leite com nescau - ela disse.

_É mesmo, é mesmo, confundi com sucrilhos de chocolate. Você também comeu uma fruta, hum, deixe-ver que fruta era, concentração, só mais um pouquinho, sim, eu posso ver com clareza, você comeu maçã.

_Errou, errou, foi banana. Meu irmão que comeu maçã, tiô.

_Certo, certo, eu confundi porque vocês estavam sentados bem perto um do outro.

_Errou, errou, eu sento de um lado e o meu irmão senta do outro lado.

_Certo, certo, e vocês ficam frente a frente, não é?

_É.

_E de vez em quando ficam brincando de chutar a canela do outro, não é?

_É, ué.

_Pois então, eu posso ver com clareza, eu sei tudo o que você está pensando.

_Ah, é? E no que eu estou pensando agora?

_Que eu não vou dar conta de adivinhar o seu pensamento, oras. Estou ou não estou certo?

_Ah, tiô, não valeu. Não deu tempo de pensar em outra coisa.

_Viu? Está tudo muito claro na minha cabeça - disse o meu irmão.

Nenhum comentário:

Frase do dia


Ocorreu um erro neste gadget