quarta-feira, 30 de outubro de 2013

Lobo



Santigold - "Disparate Youth"

Choveu, depois de dias fazendo um calor dos infernos. Achei que a temperatura ia melhorar, mas continua quente pacas. Felizmente, compramos ventiladores novos. É, não tinha ar-condicionado em promoção. Minha mulher escolheu um ventilador que é mais que um ventilador, é um climatizador portátil silencioso com umidificador e esterilizador ambiente, repelente de insetos e desionizador atmosférico. Putz! Só faltou tocar MP4, eu pensei. Na primeira noite de testes do novo ventila(sim, aqui em casa nós também gostamos de comer um pedaço das palavras) ele passou raspando. Ele umidificou, ventilou, repeliu insetos e desionizou a atmosfera direitinho, só que não foi muito silencioso. Fui verificar o aparelho no dia seguinte e descobri que as aletas de plástico estavam ressecadas. Descolei um óleo Singer emprestado da minha mãe e zip, o barulhinho sumiu. Na segunda noite, o ventila foi bem melhor. Ainda mais porque nós usamos o tijolinho de congelado no recipiente, conforme as instruções.

A coisa com o calor teria parado por aí, mas a temperatura durante o dia estava de matar, o escritório parecia a ante-sala de um dos assessores menos importantes de Lúcifer. Eu não estava conseguindo nem pensar direito. Tentei descer o ventila, mas era preciso retirar o recipiente, descer as escadas, etc. Tive uma visão da minha vida de carregador de ventila para cima e para baixo e pensei comigo mesmo, nobody deserves! Não, senhor, ninguém merece! Então voltei à mega-loja com promoções de ventiladores e lá estava ele, o negão, o maior e mais potente ventilador jamais criado pela tecnologia nacional. Simples, direto, tranquilo e infalível. O bicho tem três velocidades e ponto. Mas é silencioso como a víbora que acabou com a Cleópatra, e nem tem linguinha que faz pffft!

Então hoje, no auge do calor, pouco antes da chuva, eu já estava numa boa, no escritório, curtindo The Big Black Fan. Uso na velocidade mais baixa que é para não voar papel pra todo lado. As crianças gostaram tanto dele que já colocaram um apelido: lobo.

_Ele vai soprar, soprar e soprar!

E sem fazer barulho.

Nenhum comentário:

Frase do dia


Ocorreu um erro neste gadget