sábado, 1 de dezembro de 2007

Como organizar a Ceia de Natal




As ruas já estão enfeitadas e os shoppings já exibem filas de meninos e meninas para ver o Papai Noel. Eu gosto dessa época do ano. Parece haver uma disseminação de boa vontade no ar, que é falsa, mas mesmo assim é melhor que a indiferença generalizada de sempre. Nessa cidade, todos parecem se preocupar em demasia com a privacidade. E isso costuma ser interpretado como indiferença, frieza e distanciamento. Mas, na maioria das vezes, é só civilidade. E no Natal, essa civilidade não se disfarça e se esbalda em solidariedade. Vivo numa cidade legal e, em geral, gosto do povo que vive aqui. Mas esse é, disparado, o melhor período para se passear por aqui. Até o chato que diz que vai vigiar o carro no estacionamento parece menos ameaçador. É tempo de paz. É tempo de ficar perto de quem a gente gosta. Não é tempo de brigar e nem de ficar sozinho.

Acho que seria muito bom se o santo do calendário pudesse influenciar positivamente a vida da gente. Se a gente pudesse ser feliz, com a fogueira no coração, no Dia de São João. E ser fortaleza de pedra, no dia de São Pedro. E ser bom como foi o santo, no dia de São Francisco. Mas nem sempre dá certo.Uma amiga minha disse que brigou com a família no Dia de Todos os Santos. Só podia dar em briga mesmo, é muito santo para um dia só. O problema é que agora ela terá de passar o Natal em casa. E será a primeira vez que fará uma ceia em casa.

E foi aí que eu me toquei. Nunca fiz uma ceia de Natal em casa. Sempre passei em família, ou na casa dos outros. E embora tenha participado da organização de algumas ceias, nunca o fiz de maneira integral, ou seja, nunca organizei uma em minha própria casa. Por isso, dentro do melhor espírito de “quem-não-faz-ensina” vou passar umas dicas de como organizar a melhor ceia de natal que você já viu.(Continua)

Nenhum comentário:

Frase do dia


Ocorreu um erro neste gadget