segunda-feira, 6 de janeiro de 2014

Refazendo Dobbie e outros devaneios



Arctic Monkeys - Reckless Serenade

É começo de ano e existe uma longa, bem longa, lista de coisas a fazer. Mas comecei ainda no ano passado. A primeira foi refazer a cabeça de Dobbie com a resina plástica que não seca. Só me custou uns dez minutos e lá estava Dobbie refeito. Ficou parecido. À distância, com boa vontade. Fechando um dos olhos. Com muita boa vontade. Mas foi ótimo para devanear. Sempre penso em Alexander Calder quando estou mexendo com a resina plástica que não seca. Ele inventou o móbile e aquelas esculturas metálicas pesadíssimas que parecem leves e frágeis feito papel. Só que não. Em Chicago, na frente do edifício IBM, lá estava uma delas, um troço imponente e vermelho, uma forma tão intraduzível e incompreensível para mim quanto uma coreografia de balé. Sempre devaneio quando desenho, brinco de carpinteiro ou me meto a consertar coisas que não sei consertar. Mas neste ano, lá está na terceira posição, eu me comprometi a devanear menos. Não devanearás, eu escrevi. Então eu trato de não devanear.

Está quase tudo pronto para a grande viagem, está quase tudo pronto. Revisão. Checagem. Plano e roteiro. Vamos improvisar, improvisar e abusar da hospitalidade alheia. E, talvez, quem sabe, curtir uma praia lá mesmo, em Ubachuva.

Nenhum comentário:

Frase do dia


Ocorreu um erro neste gadget